10 FASES DO SOFRIMENTO DO CRISTO

DEZ FASES DOS SOFRIMENTOS DE CRISTO

OS SOFRIMENTOS DE CRISTO.

10 FASES DO SOFRIMENTO DO CRISTOEIS AI DEZ FASES DO SOFRIMENTO DE CRISTO

 

OS SOFRIMENTO DE CRISTO.

“Seu suor tornou-se grandes gotas de sangue” (Lc 22.44).

O Salvador sabia de tudo o que ia passar, a começar daquela hora. E começou a orar, nas mais profundas agonias, que a terrível dor,  interior pressionava os pequenos vasos capilares das glândulas sudoríparas que rasgava o polo da pele transformando o suor, em grandes gotas de sangue.

PASSE DE MIM ESTE CÁLICE. (Mt. 26. 39)

1° FASE – No Getsemani

Gethsemane-GetsemaniE, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto,orando e dizendo: Meu Pai se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. Mateus 26:39)

Esta frase “este cálice” tem trazido muita opinião: Não podemos imaginar que Cristo aqui estava orando para que Deus O impedisse de ser poupado da morte física, pois Ele veio para morrer pelo pecado da Raça humana (10.33,34; Lc 9.51; Jo 12.24,27; Hb 10.5-9).

É mais provável que Ele estava sentindo o castigo da separação do Pai, que seria pena máxima pelo pecado do mundo, que Ele tomaria sobre si. Cristo pediu que sua morte física fosse aceita: como resgate total pelo pecado da humanidade pecadora. Todavia, Ele disse ao Pai: “Não seja como eu quero, mas Como Tu queres”. A seguir, Ele entregou-se para sofrer, tanto a morte física como a separação  espiritual de seu Pai celestial, para assim obter a salvação de toda a humanidade (Mt. 27.46). No entanto Deus enviou seus anjos, para O confortar. (Lc 22.42; Hb 5.7).

2° Os sofrimentos de Cristo, segunda fase

 

PRENDERAM JESUS (Mt. 26. 57).

Depois da sua prisão à noite e do abandono pelos discípulos (vv. 55-57), Jesus é conduzido perante Caifás e ao sinédrio judaico. Vedam seus olhos, zombam seguidamente dEle, cospem e batem na sua face

 

3° Os sofrimentos de Cristo, terceira fase

 

O ENTREGARAM A PILATOS. (Mt. 27. 2).

. De manhã, Jesus, açoitado e exausto, é conduzido através de Jerusalém para ser interrogado por  Pilatos. E Jesus é novamente açoitado e entregue para ser crucificado (v. 26).

 

4° Os sofrimentos de Cristo, quarta fase.

The_Passion_of_the_Christ(030710001029)la_passione_di_christo_1E tendo mandado açoitar a jesus. (Mt. 27.26)

No açoitamento romano, a vítima era despida e presa a uma coluna, ou então ela curvava-se sobre um tronco, com as mãos atadas nele. O instrumento de tortura consistia um curto cabo de madeira no qual estava presas varias tiras de couro com pequenos pedaços de ferro ou osso, presos nas pontas. Se posicionavam dois carrascos um de cada lado dEle

Os açoites faziam cortes profundos que apareciam as veias as artérias, e, às vezes, até certos órgãos internos. Muitas vezes,  tinha vítima, que as vezes morria durante o açoitamento ou flagelação.

Era uma tortura pavorosa! Eis ai a razão de Jesus não poder levar a cruz. Seu horrível sofrimento, resultante desse castigo (v. 32: Lc 23.26; Is 52.14).

Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades;  o castigo que nos traz a paz estava sobre ele,  e, pelas suas pisaduras fomos sarados” (Isaías 53. 5).

 

5° Os sofrimentos de Cristo, quinta fase.

Uma capa de escarlate, e uma coroa de espinhos. (Mt. 27. 28, 29)

Desamarraram as mãos de Jesus e entregaram aos soldados romanos (v. 27).

Os soldados colocam uma veste Real sobre Ele, uma cana em sua mão e uma coroa de espinhos na sua cabeça (v. 29).

Os soldados escarnecem dEle e batem no seu rosto e na cabeça, fazendo penetrar  profundamente os espinhos no couro cabeludo (v. 30).

 

6° Os sofrimentos de Cristo, sexta fase.

crucificacaoO levaram para ser crucificado. Mt.(27.31)

Levando a pesada cruz no ombro, Cristo lentamente inicia a caminhada para o Gólgota. O peso da cruz somado ao seu esgotamento físico o faz cair. Esforça-se para levantar-se, porém não consegue.  Obrigam a Simão Cirineu a levar a cruz.

 

7° Os sofrimentos de Cristo, sétima fase.

Havendo-o crucificado. 27.35:

No Gólgota, põem a cruz no solo e deitam Jesus sobre ela. Estendem seus braços ao longo dos braços da cruz e pregam um cravo de ferro, e pesado, que atravessa sua mão, prega a mão direita, e, a esquerda, bate os cravos até cravar na madeira. A seguir, nos pés colocam cravo  maiores.

 

8° Os sofrimentos de Cristo, oitava fase.

Blasfemavam dele. (Mt. 27.39)

Agora, Jesus, cheio de ferimentos e coberto de sangue,  torna em um espetáculo horrível para o povo que assiste.

As dores são atrozes em todo o seu corpo, ficando naquela posição horrível, por várias horas;  os braços estão afadigados; sente grandes câimbras nos músculos e rasga-se a pele das suas costas. Começa outra agonia  uma dor insuportável no peito, causada pela compressão dos fluidos no coração.  Sente uma sede abrasadora (Mt .10.9.28) É escarnecido junto à cruz (vv. 39-44).

9° – Os sofrimentos de Cristo, nona fase.

Por que me desamparaste? (Mt. 27.46)

10 FASES DO SOFRIMENTO DO CRISTOEste brado de Cristo assinala o ponto culminante dos seus sofrimentos pelo mundo perdido.

(“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”) Testemunha que Ele experimentou a separação de Deus Pai, ao tornar-se substituto do pecador. Esta é a pior tristeza, angústia e dor que Ele sente.

Está ferido pelas transgressões dos seres humanos (Is 53.5) e se dá “em resgate de muitos” (20.28; )(I Tm. 2.6). Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado pela humanidade inteira (2 Co 5.21). Ele morre abandonado, para que nunca sejamos abandonados (SI 22).

Assim, mediante seus sofrimentos, Cristo redime a raça humana (l Pe 1.19).

 

10° Os sofrimentos de Cristo, décima fase.

JESUS, clamando outra vez. (Mt. 27.50) dai o brado: “Está consumado” (Jo 19.30). Significa que sua missão está cumprida. A dívida dos pecadores estava pagas, Em seguida o Senhor faz a última oração: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23.46).

Rasgou se o “véu do templo”, abrio o caminho para a presença de Deus. Foi removida a cortina que fazia separação entre  o Santo Lugar e o Santo dos Santos, que impedia o caminho à presença de Deus.

Para todos quantos crerem em Cristo e na sua Palavra salvífica ( Hb 9.1-14; 10.19-22).

 

RESUMO

Ele morreu por mim e por você, é tão somente você crer.

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos (At .4. 12).

 

JESUS é o único salvador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *