jesus-cura-um-cego-de-nascenca

Evangelho de João capitulo 9 comentado versículo por versículo

jesus-cura-um-cego-de-nascenca

I-Jesus cura um cego de nascença

 

1 E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença.

A cultura dos judeus era que cegueira era culpa do pecado; e essa culpa podia alcançar até a terceira e quarta geração. Veja; Números 14:18; Êxodo 20:5.

2 E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?

Essa pergunta dos discípulos; quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Não tem como um homem pecar, antes de nascer; Mas o Mestre não considerou como foi feito a pergunta: Ele apenas respondeu-a veja o verso 3.

3 Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.

Porque assim? Quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Porque aquele milagre chamou a atenção de toda aquela cidade. Veja; Mateus 11:5; Mateus 15:31; Lucas 7:21;

4 Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

O que temos que fazer hoje para Deus, não podem deixar para amanhã: Amanhã é outra história. Pr 27:1; Tg 4:14.

5 Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.

Jesus veio a esse mundo como luz, para mostra o pecado e como livrar dele; ver At. 4. 12; Jo. 3.

6 Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego.

É interessante notar o método que O Senhor usou para fazer essa cura; passar barro umedecido com cuspe. Deus usa o método que ele quer, não adianta querer fazer imitação, cada caso é um caso.

7 E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo.

O milagre não está baseado na virtude da água, mas na obediência do beneficiado. Ver 2 Reis 5.

8 Então os vizinhos, e aqueles que dantes tinham visto que era cego, diziam: Não é este aquele que estava assentado e mendigava?

Para que se manifestem nele as obras de Deus. Verso 3: Começou então um espanto entre o povo; Não é este aquele que estava assentado e mendigava? Parece-se com ele. Verso 9

9 Uns diziam: É este. E outros: Parece-se com ele. Ele dizia: Sou eu.

10 Diziam-lhe, pois: Como se te abriram os olhos?

E começa ali grande espantos e interrogatórios! E o homem passa a explicar verso 11.

11 Ele respondeu, e disse: O homem, chamado Jesus, fez lodo, e untou-me os olhos, e disse-me: Vai ao tanque de Siloé, e lava-te. Então fui, e lavei-me, e vi.

12 Disseram-lhe, pois: Onde está ele? Respondeu: Não sei.

Onde está ele? Aqui entendemos que arrogância religiosa entra em ação: queria descobrir quem… Para denuncia-lo. Vejam o verso 13.

II-O homem é levado aos fariseus

 

13 Levaram, pois, aos fariseus o que dantes era cego.

 Pegaram o abençoado e levaram para os seus chefes. No sábado não podia fazer um beneficio? Ver verso 14.

14 E era sábado quando Jesus fez o lodo e lhe abriu os olhos.

A Bíblia sempre destaca os milagres que Jesus realizou no Sábado, para mostrar; não é bastante ter uma religião. A religião às vezes afasta o homem de Deus. É necessário que conheçamos a Deus. 1 João 2:3; João 8:32.

15 Tornaram, pois, também os fariseus a perguntar-lhe como vira, e ele lhes disse: Pôs-me lodo sobre os olhos, lavei-me, e vejo.

Vai o homem ter que explicar tudo de novo para os fariseus. E começa ali um julgamento; Este homem não é de Deus, e começa haver ali uma divisão verso 16.

16 Então alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tais sinais? E havia dissensão entre eles.

17 Tornaram, pois, a dizer ao cego: Tu, que dizes daquele que te abriu os olhos? E ele respondeu: Que é profeta.

Pediram opinião com o homem, que respondeu: Que é profeta. Se bem que era muito mais que profeta.

 

Mandaram buscar os pais dele

18 Os judeus, porém, não creram que ele tivesse sido cego, e que agora visse, enquanto não chamaram os pais do que agora via.

Ainda duvidando, mandaram chamar seus pais, para buscar confirmação com eles. Verso 19.

19 E perguntaram-lhes, dizendo: É este o vosso filho, que vós dizeis ter nascido cego? Como, pois, vê agora?

20 Seus pais lhes responderam, e disseram: Sabemos que este é o nosso filho, e que nasceu cego;

Os seus pais confirmaram que o homem era o seu filho, mas com medo dos judeus voltou à responsabilidade para o filho. Verso 21, 22,23.

21 Mas como agora vê, não sabemos; ou quem lhe tenha aberto os olhos, não sabemos. Tem idade, perguntai-lho a ele mesmo; e ele falará por si mesmo.

22 Seus pais disseram isto, porque temiam os judeus. Porquanto já os judeus tinham resolvido que, se alguém confessasse ser ele o Cristo, fosse expulso da sinagoga.

23 Por isso é que seus pais disseram: Tem idade, perguntai-lho a ele mesmo.

Veja o que Jesus disse em: Mateus 10:33. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.

24 Chamaram, pois, pela segunda vez o homem que tinha sido cego, e disseram-lhe: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador.

Voltaram a fazer pressão no pobre homes! E disse que Jesus era falso.

25 Respondeu ele pois, e disse: Se é pecador, não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo.

E o homem, heroicamente encara aquelas autoridades, tudo que sei eu era cego e Ele me curou.

26 E tornaram a dizer-lhe: Que te fez ele? Como te abriu os olhos?

Os fariseus insistiam com a mesma pergunta; e ele já estava irritado e respondeu; Verso 27.

27 Respondeu-lhes: Já vo-lo disse, e não ouvistes; para que o quereis tornar a ouvir? Quereis vós porventura fazer-vos também seus discípulos?

28 Então o injuriaram, e disseram: Discípulo dele sejas tu; nós, porém, somos discípulos de Moisés.

A maior nobreza que o homem pode ter é ser um discípulo de Jesus: Quem é discípulo também é Cidadão dos céus.

29 Nós bem sabemos que Deus falou a Moisés, mas este não sabemos de onde é.

Aí esta a grande diferencia! Eles não sabiam quem era Jesus, e não estavam interessados a saber; queriam era matar o MESTRE.

30 O homem respondeu, e disse-lhes: Nisto, pois, está a maravilha, que vós não saibais de onde ele é, e contudo me abrisse os olhos.

O homem Prova a autoridade de Jesus, a de curar os cegos; Mt. 15:31; Mt. 11:5; Mt. 21:14

31 Ora, nós sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus, e faz a sua vontade, a esse ouve.

Deus tem promessas para aqueles que são tementes a Deus, e faz a sua vontade. 2 Cr 7:14; Sl 34:10.

32 Desde o princípio do mundo nunca se ouviu que alguém abrisse os olhos a um cego de nascença.

Essa cura foi uma prova indubitável! E ninguém tinha poder para fazer tal maravilha. Nunca na história dos hebreus tinha visto isto. Isto só pode ser feito pelo poder de Deus. Verso 33.

33 Se este não fosse de Deus, nada poderia fazer.

 

o homem é expulso da sinagoga

34 Responderam eles, e disseram-lhe: Tu és nascido todo em pecados, e nos ensinas a nós? E expulsaram-no.

Os judeus tinha um conceito que a doença era consequência do pecado. Quem era temente a Deus não pecava. Por isso os discípulos fizeram aquela pergunta do verso 2.

35 Jesus ouviu que o tinham expulsado e, encontrando-o, disse-lhe: Crês tu no Filho de Deus?

Então Jesus encontrou com ele e, sabendo que tinha sido expulso lhe perguntou: Crês tu no Filho de Deus? E ele disse: Quem é ele Senhor versa 36.

36 Ele respondeu, e disse: Quem é ele, Senhor, para que nele creia?

37 E Jesus lhe disse: Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo.

Sou Eu; e o homem disse: Sim Senhor! E prostrou se e adorou o Senhor. Verso 38.

38 Ele disse: Creio, Senhor. E o adorou.

39 E disse-lhe Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem sejam cegos.

Aquele homem recebeu um milagre duplo; Cura material ele não via as coisas do mundo: Espiritual ele não via espiritualmente. Ele foi curado das vistas material e espirituas.

40 E aqueles dos fariseus, que estavam com ele, ouvindo isto, disseram-lhe: Também nós somos cegos?

Às vezes a religião sega as pessoas, envolve os religiosos em uma série coisas que o afasta de Deus. Ex: preconceito, orgulho arrogância, idolatria feitiçaria e Etc. e etc. 1 Co. 6; 1 Co. 5:10; Lc. 18:11; Ef. 5:5; Ap. 22:15.

41 Disse-lhes Jesus: Se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Vemos; por isso o vosso pecado permanece.

Se aqueles judeus fossem cegos, talvez eles não fossem; arrogantes, perseguidores, assassinos e outros pecados que cometiam constantemente.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *